De acordo com o presidente executivo da União Brasileira de Avicultura (Ubabef), Francisco Turra, o setor agroindustrial avícola tem trabalhado, em parceria com produtores integrados, pela instituição de um marco regulatório que determine as responsabilidades de integrados e de integradores.

– Este modelo de produção foi aperfeiçoado ao longo dos anos. Agora buscamos estabelecer um marco legal para esse relacionamento tão vitorioso, para garantir a transparência absoluta nessa relação – disse.

Turra explica que, atualmente, 95% da produção de frangos no Brasil é feita dentro do sistema integrado. A evolução da avicultura brasileira acompanha o desenvolvimento da integração, que começou a ser implantado no Brasil nos anos 1960. Graças a isso, a avicultura brasileira é a maior exportadora e a terceira maior produtora de carne de frango do mundo.

– O sistema de integração é um verdadeiro patrimônio do agronegócio nacional. E merece os esforços não só do setor avícola, mas de toda a sociedade, para que seja preservado e aprimorado – ressalta o presidente da Ubabef.

Fonte: Rural BR