Skip to main content

Após uma intensa semana de trabalho, o projeto Brazilian Renderers se despede do Peru vislumbrando um promissor horizonte de oportunidades para o setor de reciclagem animal brasileiro. Uma parceria entre ABRA e Apex-Brasil (Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos), o projeto promoveu o evento Lo mejor de Brasil em Reciclaje de Subproductos de Origen Animal – Brazilian Renderers: Business Connection Peru, entre os dias 5 a 7 de outubro, diretamente da Embaixada do Brasil em Lima, no Peru.

Embarcaram para o país o presidente Executivo da ABRA, Decio Coutinho; o gestor de Mercado Externo e gerente do Projeto Brazilian Renderers, Juliano Hoffmann, e o consultor de Eventos, Nuno Furtado. O grupo foi acompanhado de 23 empresas participantes do Brazilian Renderers.

Os três dias de programação reuniram mais de 60 pessoas, entre potenciais compradores, representantes da Embaixada do Brasil no Peru, da Câmara de Comércio de Lima e convidados. Esses tomadores de decisão representaram 34 indústrias locais, que conheceram de perto toda força do setor de reciclagem animal do Brasil. A programação foi transmitida ao vivo para as demais empresas do projeto Brazilian Renderers que manifestaram interesse prévio em participar.

O objetivo do Business Connection Peru foi articular uma aproximação comercial e diplomática entre os dois países. Agora, a expectativa é que a bem sucedida apresentação do setor, promovida pelo projeto Brazilian Renderers, contribua para que as autoridades peruanas autorizem oficialmente a realização de auditorias de habilitação nas indústrias brasileiras, de modo a concluir o processo de abertura do mercado e aumentar as possibilidades de comércio bilateral.

Apresentando a potência do setor de reciclagem animal

Já no primeiro dia de evento (05), o Brazilian Renderers promoveu reuniões com potenciais compradores, em reuniões presenciais e virtuais. Antes das rodadas, os participantes ouviram o Ministro-Conselheiro Elio Cardoso, da Embaixada do Brasil em Lima, e o diretor da Câmara de Comércio de Lima, Antonio Gnaegi.

Após, o presidente Executivo da ABRA, Decio Coutinho, apresentou detalhadamente todo o setor, falando sobre o papel da reciclagem animal na sustentabilidade da cadeia da carne e do moderno parque industrial brasileiro, que conta com equipamentos de alta tecnologia. A explicação sobre a fiscalização pelas autoridades sanitárias e a confiabilidade dos produtos, todos passando por certificações, impressionou os compradores peruanos. 

Os patrocinadores Dupps e Eurotec Nutrition também trouxeram importantes informações, que ajudaram a fornecer um panorama preciso da força do setor. Representante da Dupps, Carlos Britto falou sobre a tecnologia aplicada nas indústrias de rendering. Já Guillermo Vieira, da Eurotec Nutrition, abordou o uso de aditivos na otimização de matérias primas e produtos terminados no rendering.

Destaque, ainda, para a apresentação de Sebastián Bustamante, da Aurum Consultoria, sobre a Rodovia Interoceânica, uma alternativa logística relevante para a consolidação de futuros negócios.

Rodadas de negócios conectaram Brasil e Peru 

A Embaixada do Brasil em Lima, onde foi realizado o Business Connection Peru, foi lugar de alavancar bons negócios. No segundo dia de evento (06), o Brazilian Renderers promoveu reuniões de peso entre potenciais compradores peruanos e empresas participantes do projeto.

Durante as conversas, as indústrias brasileiras apresentaram um robusto leque de dados, que atestam que o Brasil tem matéria-prima, qualidade, capacidade produtiva e preço competitivo para abastecer o mercado internacional com produtos de excelência de origem bovina, avícola, suína e de pescado.

As reuniões foram realizadas em dois turnos, em modo presencial e por videoconferência.

Fechando o evento com chave de ouro, o Brazilian Renderers ainda promoveu uma visita técnica durante o último dia do evento (07). Os participantes do projeto visitaram uma empresa local RINTI S.A., empresa peruana líder de alimentação balanceada para animais de estimação, com mais de 45 anos de experiência, com marcas como Canbo, Ricocan, Ricocat e Thor.

.

Parcerias de sucesso

O êxito do Business Connection Peru é resultado de boas parcerias e firma todo empenho do Brazilian Renderers, promovido pela ABRA e Apex-Brasil, em benefício do setor. Ainda, a ativa participação das indústrias integrantes do projeto e patrocinadores (Dupps e Eurotec Nutrition), foram fundamentais para divulgar a melhor imagem do setor de reciclagem animal.

Todo o contato com autoridades e potenciais clientes peruanos que participaram do Business Connection Peru contou com o apoio de importantes parceiros, como a Secretaria de Comércio e Relações Internacionais (SCRI), vinculada ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), por meio da imprescindível e excelente atuação da adida Agrícola na Embaixada do Brasil em Lima, Angela Peres, e do Setor de Promoção Comercial da Embaixada do Brasil em Lima, no Peru, por meio do Ministério das Relações Exteriores (MRE).

É o projeto Brazilian Renderers aproximando ainda mais as indústrias do Brasil do mercado internacional.

 

 

Brazilian Renderers
Desde 2012, a ABRA e a Apex-Brasil promovem o projeto Brazilian Renderers com o objetivo de fomentar as exportações do setor de Reciclagem Animal – farinhas, gorduras, gelatinas e hemoderivados de origem animal. Por meio da participação em feiras, realização de workshops e outras ações especiais de promoção comercial, os projetos valorizam atributos da indústria da reciclagem animal e seus produtos – como a qualidade, o status sanitário e a sustentabilidade da produção – e valorizam as marcas internacionais dos produtos, fomentando novos negócios para os exportadores brasileiros. Informações sobre como fazer parte dos projetos setoriais podem ser obtidas pelo site brazilianrenderers.com


Sobre a ABRA
A ABRA é uma entidade que representa as indústrias do setor de reciclagem animal produtoras de farinhas, gorduras, gelatinas e hemoderivados de origem animal. É uma entidade sem fins lucrativos. Foi fundada em 2006 e trabalha para promover os seus associados, divulgar ações voltadas para o segmento, intermediar a relação com outras entidades e órgãos governamentais, além de fomentar a geração de negócios no mercado nacional e internacional. Para saber mais, acesse: abra.ind.br

 

Sobre a Apex-Brasil
A Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) atua para promover os produtos e serviços brasileiros no exterior e atrair investimentos estrangeiros para setores estratégicos da economia brasileira. A Agência realiza ações diversificadas de promoção comercial que visam promover as exportações e valorizar os produtos e serviços brasileiros no exterior, como missões prospectivas e comerciais, rodadas de negócios, apoio à participação de empresas brasileiras em grandes feiras internacionais, e visitas de compradores estrangeiros e formadores de opinião para conhecer a estrutura produtiva brasileira, entre outras plataformas de negócios que também têm por objetivo fortalecer a marca Brasil. A Apex-Brasil também atua de forma coordenada com atores públicos e privados para atrair investimentos estrangeiros diretos (IED) ao Brasil, com foco em setores estratégicos para o desenvolvimento da competitividade das empresas brasileiras e do país. Para saber mais, acesse: portal.apexbrasil.com.br

 

 

Fonte: Assessoria de Comunicação ABRA
Luísa Schardong, jornalista, MTB/RS 0018094