Houve aumento no abate de suínos e queda no de aves no segundo trimestre de 2012, segundo a Pesquisa Trimestral de Abate de Animais do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), divulgada nesta quinta, dia 27.

 
Com 8,8 milhões de cabeças abatidas, a suinocultura teve incremento de 0,9% em relação ao trimestre imediatamente anterior e de 2,6% na comparação com o mesmo período de 2011. Todas as unidades da Federação das Regiões Sul (exceto Santa Catarina), Sudeste e Centro-Oeste apresentaram aumento do número de cabeças abatidas, sendo que 45% do aumento nacional ocorreu devido ao Centro-Oeste.
 
Já o abate de frangos (1,3 bilhão de cabeças) teve queda de 5,5% em relação ao trimestre imediatamente anterior e de 2,8% ante o mesmo período de 2011. Esse foi o pior desempenho dos últimos seis trimestres.
 
O Paraná é a principal unidade da Federação no ranking nacional de abate de frangos seguido por Santa Catarina e São Paulo. Rio Grande do Sul abateu 23,6% a menos do que no segundo trimestre de 2011 e caiu para a quarta posição. A produção de ovos de galinha chegou a 670,5 milhões de dúzias no trimestre, um aumento de 5,8% em relação a 2011.
 
Fonte: Agência Brasil