Na tarde desta sexta-feira, 14 de fevereiro, Aleksey Alekssenko, autoridade sanitária da Rússia, esteve em reunião com técnicos do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) para conhecer a experiência brasileira em regionalização e compartimentação sanitária.
 
 
“O Brasil está contribuindo com a experiência adquirida nos últimos anos na erradicação de enfermidades. O trabalho desenvolvido no país é de grande qualidade e pode ser utilizado com sucesso em outros países”, explica o diretor do Departamento de Saúde Animal do Mapa, Guilherme Marques.
 
 
A regionalização consiste em identificar uma área com status sanitário diferenciado do restante do país e de reforçar o sistema de proteção contra doenças. Para os russos, foi apresentada a experiência brasileira na regionalização e compartimentação da febre aftosa, peste suína, influenza aviária e new castle que já funcionam com sucesso no Brasil.
 
 
Todo o aparato técnico e científico também foi dado à autoridade russa para implantação do programa no país europeu.
 
 
Fonte: MAPA