O governo da Rússia informou nesta quarta, dia 25, que cortará as taxas de importação de carne suína a partir do dia 23 de agosto, como resultado da adesão à Organização Mundial do Comércio (OMC). Para as carnes adquiridas dentro da quota anual de importações estabelecida pelo governo, a taxa será reduzida de 15% para zero. Já para as importações de carne que extrapolarem a quota, o país cortará o tributo de 75% para 65%.
 

Para as aves compradas do exterior dentro da quota de importações estipulada pelos russos, a taxa permanecerá inalterada em 25%. Também será mantido o tributo de 80% sobre aves importadas após ser ultrapassada essa quota. A partir de 23 de agosto, a taxa de importação de suínos vivos também será diminuída de 40% para 5%.
 
Fonte: Rural BR