A Rússia informou nesta segunda-feira (19) que vai pôr em prática sua ameaça de proibir as importações de gado e suínos vivos dos países da União Europeia (UE). O Serviço Federal de Vigilância Veterinária e Fitossanitária da Rússia disse que a proibição entraria em vigor na terça-feira, devido a temores em relação ao vírus Schmallenberg, que causa defeitos de nascença no gado. A justificativa foi “a ausência de controles de segurança suficientes (…) por parte de serviços relevantes da Comissão Europeia”.

A Rússia emitiu seu primeiro alerta há duas semanas, depois de suspender inicialmente as importações de animais vivos e de materiais genéticos de cinco países da Europa Ocidental em janeiro.

A nota da Rússia classificou a proibição como “temporária”, mas não deu indicação de quando deve ser retirada. O país citou uma série de reclamações sobre os padrões de segurança da UE e disse que cabe ao bloco melhorar seus próprios procedimentos e assegurar que as importações de gado e suínos sejam seguras.

Fonte: Agência Estado, resumida e adaptada pela Equipe BeefPoint