A habilitação de plantas e o estabelecimento do fluxo de exportações para a Rússia deverão colocar o país do leste europeu como um dos cinco maiores importadores de carne de frango do Brasil.  A constatação é do presidente-executivo da Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), Francisco Turra.
 
Segundo dados da ABPA, os embarques para a Rússia atingiram 20,9 mil toneladas em setembro (+291% em relação ao mesmo mês de 2013), gerando receita de US$ 51,7 milhões (+226,8%).
 
“Com a expansão dos negócios, o mercado russo passou a ocupar o sexto lugar nos embarques, representando 5,8% do volume total exportado pelo Brasil.  A participação é ainda maior em receita, com 7,2%”, destaca o presidente da ABPA.
 
De acordo com o vice-presidente de aves da entidade, Ricardo Santin, o fluxo registrado nas primeiras semanas de outubro indica que o mercado russo deverá expandir ainda mais sua participação no total geral das exportações de carne de frango do Brasil.
 
“Mantido o ritmo atual, os embarques para a Rússia deverão superar, em outubro, a barreira das 30 mil toneladas mensais, colocando o país entre os cinco maiores importadores no mês.  Esta é uma tendência que deve perdurar em 2015”, destaca.
 
Fonte: ABPA, resumida e adaptada pela Equipe BeefPoint.