O ex-ministro da Agricultura Roberto Rodrigues, uma das principais lideranças cooperativistas do País, foi nomeado embaixador especial da FAO (Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação) para o cooperativismo mundial. A FAO também nomeou como embaixadora especial a presidente da Plataforma Sub-Regional de Organizações Campesinas da Africa Central (Propac) e do Fórum Panafricano de Agricultores (Paffo), Elizabeth Atangana.

Em pronunciamento após a nomeação realizada nesta terça-feira (29/5), Roberto Rodrigues afirmou que aceita o desafio de trabalhar para alcançar o Prêmio Nobel da Paz para o movimento de cooperativas internacional. Na opinião do ex-ministro, as cooperativas são os melhores aliados dos governos democráticos para alcançar a paz e o maior movimento social do mundo, com quatro bilhões de pessoas envolvidas direta ou indiretamente. "Não há um movimento maior para a paz e a democracia", disse ele.

Roberto Rodrigues tem uma longa lista de serviços prestados ao cooperativismo no Brasil e no exterior. Ele começou com atuação regional em Guariba (SP) e Campinas (SP), foi presidente da Organização das Cooperativas de São Paulo (Ocesp) e da Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB); e depois da Organização Internacional de Cooperativas Agrícolas. Ele presidiu também a Aliança Cooperativa Internacional (ACI), que congrega 800 milhões de pessoas em todo o mundo, através de 250 organizações nacionais de cooperativas, representando uma centena de países.
Fonte: Revista Globo Rural