O preço médio das carnes embarcadas ao exterior em abril reagiu em relação a março mas segue em queda na comparação com abril de 2011, mostraram dados do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, divulgados nesta quarta-feira.

A carne suína in natura teve queda mais acentuada, com preço 9,1% inferior ao de abril de 2011, passando de US$ 3.013 a tonelada para uma média de US$ 2.737/t. Em março, o preço médio do produto exportado havia sido de US$ 2.673/t. A receita cambial do período diminuiu 14,7%, passando de US$ 132,8 milhões para US$ 113,3 milhões, ajudada também pela diminuição de 6,1% no volume exportado, para 41,4 mil toneladas. Em abril do ano passado, os embarques da proteína somaram 44,1 mil toneladas.

Já os preços médios da carne de frango in natura diminuíram 5,1%, para US$ 1.879/tonelada. Os embarques totalizaram 298,5 mil toneladas, aumento de 3,1% ante as 289,5 mil toneladas vendidas em abril de 2011. A receita cambial teve queda de 2,2%, passando de US$ 573,4 milhões para US$ 560,9 milhões. Em março, o preço médio da tonelada da carne de frango foi levemente superior ao de abril, de US$ 1.890.

Os valores nas vendas externas de carne bovina in natura caíram 2,3% em abril ante abril de 2011, para US$ 4.956/tonelada. O volume embarcado cresceu 3,1%, passando de 67,1 mil toneladas em abril de 2011 para 69,2 mil toneladas no mês passado. Com o resultado, a receita cambial avançou 0,8%, para US$ 343 milhões. Em abril de 2011, a cifra era de US$ 340,4 milhões. No mês de março, o preço médio da carne bovina embarcada ao exterior foi de US$ 4.884/t.

Comparação mensal

Na análise dos resultados ante março, a receita obtida com a venda de carne de frango recuou 11,7% e o volume diminuiu 11,1%. Os valores da carne suína in natura subiram 2,5%; a receita cambial, 4,5% e o volume, 2%. Já os preços nas exportações de carne bovina in natura avançaram 1,5% na mesma base de comparação; a receita cambial aumentou 0,6%, e os volumes, porém, tiveram queda de 0,9%.

A variação em ambas as comparações é explicada, em parte, pelo número de dias úteis de cada período. O mês passado teve 20 dias úteis, ante 22 dias úteis de março de 2012 e 19 dias úteis de abril de 2011.

Fonte: Avicultura Industrial