Skip to main content

A cadeia produtiva da pecuária bovina movimentou ao longo do ano passado R$ 483,5 bilhões, 27% mais que em 2014, conforme dados do Perfil da Pecuária no Brasil – Relatório Anual, desenvolvido pela Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carne (Abiec) e pela Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil). Os dados foram calculados pela Agroconsult.
 
Desse montante, R$ 147,03 bilhões se referem às operações "dentro da porteira", ou seja, nas atividades anteriores e nas próprias fazendas. Nas indústrias, o movimento foi de R$ 145,88 bilhões, e no varejo chegou a R$ 176,36 bilhões.
"Desde a primeira quantificação realizada em 2010, houve um crescimento de 44,7% no montante movimentado pela cadeia", destacou Antônio Camardelli, presidente da Abiec, em relatório. "Contrariando a onda negativa que afeta a maioria dos setores da economia brasileira, o agronegócio continua em crescimento, e o sistema agroindustrial da carne bovina é um dos mais dinâmicos no setor".
 
"Dentro da porteira", apenas o negócio de insumos relacionados a nutrição, reprodução e sanidade animal, diesel, insumos agrícolas, manutenções, entre outros, movimentaram
cerca de R$ 49 bilhões. Já a venda de bovinos para abate, de reposição e a exportação de gado vivo movimentaram R$ 98 bilhões.
 
Nas indústrias frigoríficas, os negócios de embalagens, energia elétrica, peças, óleos para caldeiras, produtos de limpeza, entre outros insumos, movimentaram R$ 6,9 bilhões.
 
Quanto ao varejo, a venda de carnes ao mercado interno movimentou R$ 93,98 bilhões, enquanto as exportações geraram R$ 19,49 bilhões. No caso das exportações de couro, foram movimentados R$ 10,19 bilhões. Com os demais derivados, foram R$ 15,29 bilhões.
No ano passado, o PIB do segmento alcançou R$ 400,7 bilhões, 6,8% do PIB brasileiro e 30% do PIB do agronegócio, destacou a Abiec. O Brasil tinha um rebanho de 209,13 milhões de cabeças de bovinos e abateu 39,6 milhões animais, a partir dos quais foram produzidas 9,56 milhões de toneladas de carcaça.
 
Fonte Canal Rural