De abril a junho deste ano, foram abatidos 7,62 milhões de bovinos sob inspeção, de acordo com dados dos abates do segundo trimestre divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e analisados pela Scot Consultoria. O aumento frente ao primeiro trimestre foi de 5,6%.
 
Na comparação com os abates do mesmo período do ano passado, de 7,06 milhões, houve incremento de 7,9%. A quantidade de fêmeas que foram abatidas também cresceu.
 
As 2,07 milhões de vacas abatidas no segundo trimestre de 2012 representam um aumento de 7,2%, em relação ao mesmo período de 2011. A participação dos abates de vacas no primeiro trimestre deste ano foi 1,6 ponto percentual maior, em relação ao ano anterior. No segundo trimestre, mesmo que pequeno, foi verificado incremento.
 
Tipicamente, nos três primeiros meses do ano existe o descarte das matrizes que não emprenharam na estação de monta. Porém, a comparação entre dois períodos semelhantes indica tendência de incremento. O setor deve encarar este fato com atenção, já que a quantidade de matrizes nos pastos influencia o desempenho das vendas no mercado de reprodução.
 
SCOT CONSULTORIA