Skip to main content

Brasília – A proposta de um sistema de alerta rápido de alimentos e rações – voltado à gestão, ao controle, ao tratamento e à notificação de não conformidades em
produtos e insumos agropecuários transportados entre os países do continente americano – foi apresentada nesta quinta-feira (3) pelo Ministério da Agricultura,
Pecuária e Abastecimento (Mapa) durante a Reunião Interamericana de Serviços Nacionais de Sanidade Animal, Vegetal e Inocuidade dos Alimentos frente aos Desafios do Comércio Internacional (Risavia/2015), no Palácio do Itamaraty, em Brasília.
Segundo o secretário de Defesa Agropecuária do Mapa, Décio Coutinho, o objetivo do sistema é que o alerta de não conformidade chegue por meio informatizado a todos os países, como uma notificação para que as ações possam ser tomadas de maneira coordenada e mais eficiente, a fim de evitar problemas mais graves.“Com esse sistema informatizado, teremos acesso facilitado às informações do agronegócio, o que favorecea gestão de riscos e trabalhos preventivos.Isso resultará em rebanhos e culturas mais seguros e produtivos”, destacou Coutinho. “Podemos, assim, construir uma defesa agropecuária mais forte, transparente  e com produtos mais confiáveis.”
A reunião interamericana de serviços de sanidade animal e vegetal começou na quarta (2) e termina nesta quinta-feira (3). Neste último dia de encontro, representantes de 34 países das Américas debateram temas relacionados aos desafios para harmonização e implementação de medidas sanitárias e fitossanitárias para impulsionar o comércio internacional.
A  Risavia/2015 é uma realização do Mapa em parceria com o Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura (IICA). As conclusões  do evento deverão apresentadas durante a reunião da Junta Interamericana de Agricultura (JIA), em Cancun, no México, dos dias 19 ao 23 de outubro deste ano.
Fonte: Assessoria de comunicação social