A JBS espera somar 4,5 bilhões de reais à sua receita neste ano. O valor adicional virá dos ativos adquiridos pela companhia no período.

Segundo Wesley Batista, presidente da JBS, o aluguel das operações da Frangosul e a compra de 12 unidades de bovinos vão contribuiu com o aumento da receita do grupo.

"Vamos investir cerca de 500 milhões nesses novos negócios, mas a oportunidade de geração de resultados é altíssima", disse o executivo, em teleconferência com analistas de mercado, nesta quarta-feira (16/5).

Em abril, a JBS anunciou a compra do frigorífico Independência por 268 milhões de reais. A operação foi aprovada nesta semana pelos credores da companhia.

Já no início do mês, a JBS anunciou o aluguel de dez anos das operações da Doux no Brasil. As plantas devem começar a operar em meados do próximo mês, com capacidade de abate inicial de 850.000 frangos por dia.

Segundo Batista, a estratégia da companhia é continuar investindo na expansão dos negócios do grupo no mercado brasileiro.

Resultados financeiros

Nesta terça-feira (15/5), a JBS divulgou seus resultados financeiros referentes ao primeiro trimestre do ano. No período, o grupo registrou lucro líquido de 116,1 milhões de reais, queda de 21% na comparação com o mesmo período do ano passado.

A receita líquida da companhia atingiu 16 bilhões de reais, alta de 9,1% em relação ao primeiro trimestre do ano passado.

De acordo com a companhia, a operação do grupo no Mercosul foi um dos principais destaques no trimestre, com receita de 3,8 bilhões de reais, alta de 6,2%. Já o faturamento das operações nos Estados Unidos caiu de 4,5 bilhões de dólares para 4,1 bilhões de dólares.

Fonte: Exame. Por Daniela Barbosa. 16 de maio de 2012./Scot Consultor