Um painel do ministério da Saúde do Japão, voltado para contenção da doença da vaca louca, aprovou nesta terça, dia 6, uma proposta para aliviar restrições sobre a importação de carne bovina, informou o jornal Nikkei. A iniciativa aumenta de 20 meses para 30 meses a idade máxima de abatimento do gado no exterior para que a carne seja importada pelo Japão. A decisão oficial sobre o tema será tomada pelo ministério após abrir consulta pública dentro do país e discutir as idades de abatimento de animais com Estados Unidos, Canadá, França e Holanda.

 
No mês passado, a comissão de segurança alimentar do governo japonês havia dito que aumentar o limite de idade não representaria qualquer problema para a saúde humana. Atualmente, a idade limite de 20 meses para importação de carne bovina vale para o comércio com EUA e Canadá. As importações de carne da França e da Holanda são proibidas. O ministério da Saúde deve começar a discutir detalhes como o prazo e as exigências para flexibilizar as restrições ao comércio com cada uma das quatro nações.
 
Fonte: Agência Estado