Skip to main content

Começou nesta segunda-feira (9) e vai até sexta-feira (13), a II Biodiesel Week, evento online e gratuito realizado pela União Brasileira do Biodiesel e Bioquerosene (Ubrabio), em parceria com a Embrapa Agroenergia e a Empresa de Pesquisa Energética (EPE), para discutir o papel deste biocombustível no desenvolvimento econômico sustentável do Brasil e do mundo.

Além das questões econômicas que envolvem a industrialização do setor e o mercado do biodiesel, também serão debatidos os aspectos sociais, ambientais e de saúde pública que a utilização deste biocombustível proporciona à sociedade brasileira.

O webinar de cinco dias contará com a participação de representantes dos ministérios da Agricultura, Minas e Energia, além de dirigentes de agências reguladoras, professores e pesquisadores de diferentes universidades, estudantes, parlamentares e produtores de biodiesel. Também estarão na II Biodiesel Week a diretora de Estudos de Petróleo, Gás e Biocombustíveis da Empresa de Pesquisa Energética (EPE), Heloisa Borges, o chefe-geral da Embrapa Agroenergia, Alexandre Alonso Alves, e o presidente do Conselho Superior da Ubrabio, Juan Diego Ferrés.

No ciclo de webinars serão tratados os seguintes temas: O biodiesel no mundo; Qualidade do diesel ao consumidor – o valor além do preço, aspectos sociais, ambientais e de saúde pública; O mercado do biodiesel; Os biocombustíveis do futuro; além das Políticas Socioambientais e de Governança para Valorização da Indústria Nacional, a chamada ESG (Environmental, Social and Governance).

Serão mais de 12 horas de debates e palestras. A Ubrabio, a Embrapa Agroenergia e a EPE vão emitir certificados para quem se inscrever em pelo menos quatro dias do evento.

O biodiesel, combustível orgânico que utiliza na sua matéria-prima óleos vegetais, gorduras animais e óleos residuais, atualmente é misturado na proporção de 10% ao diesel de petróleo. O Conselho Nacional de Política Energética (CNPE) já autorizou que este percentual passe a ser de 12% a partir de primeiro de setembro. Pela previsão legal, este índice deveria estar em 13%. Pelo cronograma estabelecido em lei, a mistura obrigatória deve atingir 14% em março do próximo ano e 15% em março de 2023.

O biodiesel é um dos principais instrumentos do Estado brasileiro para atingir as metas de descarbonização da matriz de transporte e cumprir os acordos internacionais do clima assinados pelo Brasil, já que tem a capacidade de reduzir em até 80% as emissões de gases do efeito estufa. Além disso, o biodiesel é um dos indutores do desenvolvimento nacional, com o aproveitamento, como matéria prima, do óleo de soja, um dos mais importantes itens produzidos pelo agronegócio brasileiro.

 

II Biodiesel Week

Data: de 09 a 13 de agosto de 2021
Horário: Das 16h às 18h

 

 

Fonte: Ubrabio