Skip to main content

Primeiros embarques, depois do acordo bilateral firmado em 1º de agosto, tiveram faturamento de US$ 500,5 mil O Ministério da Agricultura prevê crescimento dos embarques de carne bovina in natura aos Estados Unidos, após a venda de 126 toneladas durante o mês de setembro. De acordo com o Ministério da Indústria,
Comércio Exterior e Serviços (MDIC), os primeiros embarques, depois do acordo bilateral firmado em 1º de agosto, tiveram faturamento de US$ 500,5 mil. Segundo a Secretaria de Relações Internacionais do Agronegócio (SRI) do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), como este foi o início das vendas, a tendência agora é de crescimento.
Em nota, o ministério ressalta que logo depois da assinatura do acordo, os frigoríficos com registro no Serviço de Inspeção Federal (SIF) começaram a pedir à pasta a habilitação para exportar e, no dia 18 de setembro, um estabelecimento de Bataguassu, Mato Grosso do Sul, embarcou a primeira carga para os Estados Unidos.
O Brasil é um dos líderes mundiais na exportação de carne bovina. Nos primeiros nove meses deste ano, as vendas externas totais chegaram US$ 4,05 bilhões.
Fonte Canal Rural