O secretário de Defesa Agropecuária, Ênio Marques Pereira, informou que o Ministério da Agricultura montou um grupo de monitoramento da greve dos fiscais federais, que começou na segunda-feira em todo território nacional. Ele disse que as informações serão avaliadas ao final do dia e, se houver descumprimento dos serviços essenciais, como a fiscalização de carnes, o governo irá recorrer à Justiça.
 
Ele afirmou que o sindicato é responsável por a categoria garantir o efetivo para os serviços essenciais. "Temos a Lei e quando não houver bom senso por parte dos servidores iremos recorrer à Justiça."
 
O Ministério da Agricultura divulgou nota em que relata o primeiro boletim do grupo de acompanhamento. Apesar do indicativo de greve, a situação ao longo do dia foi normal nas atividades de fiscalização e outros serviços nos Estados, diz o comunicado.
 
Fonte: G1