Os frigoríficos de aves e de suínos que paralisaram as atividades no Rio Grande do Sul e em Santa Catarina devido à greve dos caminhoneiros devem normalizar suas operações em até três dias.

Segundo a Aurora, aos poucos, os produtos estocados começaram ser escoados e o fluxo de matéria-prima, restabelecido. Diante da trégua dos caminhoneiros, o presidente da Asgav, Nestor Freiberger, defende agilidade por parte do governo federal na busca de solução para evitar que o caos se reinstale. As negociações serão retomadas em Brasília na próxima quarta-feira (8/8).
 
Fonte: Scot Consultoria