As ações dos frigoríficos BRF Brasil Foods (BRFS3; -5,87%, a R$ 31,25), JBS (JBSS3; -4,72%, a R$ 6,05) e Marfrig (MRFG3; -3,65%, a R$ 9,23) registraram as quedas mais acentuadas do setor de consumo no pregão desta quinta-feira. A BRF, inclusive, registrou a maior perda do Ibovespa, principal índice da BM&FBovespa.

Ainda entre as indústrias, a Ambev (AMBV4; -2,27%, a R$ 76,62), a Hypermarcas (HYPE3; -1,07%, a R$ 11,97), a M. Dias Branco (MDIA3; -0,89%, a R$ 59) e a Souza Cruz (CRUZ3; -0,71%, a R$ 27,80) também tiveram perdas.
  
No grupo de serviços ficaram no campo negativo a Dasa (DASA3; -2,63, a R$ 14,02), a Multiplus (MPLU3; -2,40%, a R$ 48,30), a Anhanguera Educacional (AEDU3; -2,15%, a R$ 24,55) e a Localiza (RENT3; -1,19%, a R$ 29,85). A Estácio Participações (ESTC3; 1,46%, a R$ 24,30) foi a única do setor de consumo a operar com ganhos. O Indice de Consumo (Icon) caiu 2,49%, aos 1.919,34 pontos.
  
No mercado internacional, os American Depositary Receipts (ADRs, recibos de ação de empresas estrangeiras negociados na Bolsa de Valores de Nova York) da BRF caíam 5,84%, a US$ 15,47. Também em queda estavam os ADRs ligados as ações preferenciais da AmBev (ABV; -2,05% a US$ 37,60) e os relacionados às ações ordinárias da companhia (ABV_C) perderam 2,05%, a US$ 30,46.
Fonte: Suinocultura Industrial