As exportações brasileiras do complexo soja em janeiro somaram 1.647.600 toneladas e US$ 613,3 milhões. Em relação a igual mês do ano anterior, o aumento foi de 52,4% em volume e 19,6% em receita. Na comparação com dezembro, as vendas externas diminuíram 15% em volume e 20,8% em receita. Os dados foram divulgados nesta segunda-feira, 1º de fevereiro, pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC).
Embora os embarques de janeiro tenham superado os do ano passado, indicando a maior competitividade da soja brasileira no mercado internacional, o ritmo de exportações do mês passado ainda foi afetado pelo atraso na colheita e nas entregas causado pelo plantio tardio e pelo excesso de chuvas de janeiro em algumas áreas produtoras. A partir de agora, as exportações devem ter aumento, com maiores volumes sendo colhidos e entregues para escoamento ao exterior.
As exportações de soja em grão somaram 394.400 toneladas em janeiro, aumento de 362,4% ante as 85.300 toneladas embarcadas um ano antes. A receita com as vendas externas do grão atingiu US$ 147,6 milhões, crescimento de 320,5% na comparação com janeiro de 2015 (US$ 35,1 milhões). O preço médio do produto exportado foi de US$ 374,3/tonelada em janeiro, ante US$ 411,3/tonelada há um ano. Os dados indicam retração das vendas na comparação com dezembro. Enquanto o volume recuou 46,1%, a receita diminuiu 47,6%.
 
Farelo de soja
No farelo de soja, o volume exportado aumentou 30,8%, e a receita teve incremento de 3,2% na comparação com janeiro de 2015. Os embarques somaram 1.184.900 toneladas, ante 906.100 toneladas em igual período do ano anterior, e a receita chegou a US$ 420,8 milhões, ante US$ 407,6 milhões há um ano. Em relação a dezembro, as exportações subiram 13,6% em volume e 8,8% em receita.  
 
Óleo de soja
Em óleo de soja, as exportações em janeiro atingiram 68.300 toneladas, 23,9% abaixo das 89.700 toneladas de janeiro de 2015. A receita somou US$ 44,9 milhões, queda de 35,9% ante os US$ 70,1 milhões registrados em igual mês do ano passado. Na comparação com dezembro, há queda de 58,2% no volume e de 57,8% na receita.
 
Algodão
As exportações brasileiras de algodão cresceram 78,1% em volume no mês de janeiro. Foram embarcadas 92,1 mil toneladas, ante 51,7 mil toneladas em janeiro do ano passado, segundo o MDIC. Já na comparação com dezembro, quando os embarques somaram 150,4 mil toneladas, houve queda de 38,8%.
A receita com as vendas externas da pluma somou US$ 137,8 milhões, aumento de 66,4% ante janeiro do ano passado (US$ 82,8 milhões), mas recuo de 39,5% ante dezembro (US$ 227,6 milhões).
O preço médio da tonelada de algodão exportada no mês passado foi de US$ 1.496,3, contra US$ 1.513,8 de dezembro de 2015 e de US$ 1.601,4 de janeiro do ano passado.
 
Fonte: Estadão