A margem financeira dos confinadores nos Estados Unidos caíram mais de US$ 28 por cabeça na semana passada, deixando as perdas médias em pouco mais de US$ 45 por cabeça, de acordo com o Sterling Beef Profit Tracker. Já os frigoríficos viram suas margens melhorarem em US$ 2,50 por cabeça na semana, porém continuam mais de US$ 50 negativos por cabeça.

 
O Sterling Beef Profit Quotient perdeu 85 pontos na semana e o índice de lucratividade da indústria agora é negativo em 149,4, de acordo com estimativas desenvolvidas por Sterling Marketng Inc., de Vale, Oregon. Há um mês, o Sterling Beef Profit Quotient foi 467 negativos.
 
Há um ano, os criadores vendiam gado a US$ 116 por 100 libras (US$ 255,7/100 kg), resultando em perdas de US$ 53 por cabeça. O Sterling Beef Profit Tracker é calculado usando os preços semanais para bovinos, os custos dos alimentos para animais, os preços da carne, os créditos e outros fatores que influenciam as margens de lucros.
 
Na semana terminada em 22 de setembro, o “Sterling Beef ProfitTracker” registrou:
 
– Margem média dos confinamentos: – US$ 45,15 por cabeça;
 
– Margem média dos frigoríficos: – US$ 51,58 por cabeça;
 
– Sterling Profit Quotient: – 149,4.
 
O Sterling Beef Profit Tracker é produzido pela Sterling Marketing Inc. e John Nalivka, seu presidente.
 
Fonte: A reportagem é da Drovers, traduzida e adaptada pela Equipe BeefPoint.