O número de bovinos dos Estados Unidos colocados para engorda em julho totalizou 1,56 milhão de cabeças, 7% a menos que em 2013. Esse foi o quinto mês consecutivo de quedas anuais, apesar de não ter sido tão dramático quanto o declínio de 9,4% que os analistas de mercado estavam esperando. Para o mês de julho, as colocações foram as menores desde que as séries começaram a ser registradas em 1996.
 
As colocações líquidas durante julho foram de 1,50 milhão. Durante o mês, as colocações de bovinos e bezerros em engorda pesando mesmo 272 quilos totalizaram 425.000 cabeças. As colocações de animais de 272 quilos a 317 quilos foram de 260.000 cabeças. As colocações de animais de 317,5 quilos a 362,4 quilos totalizaram 355.000 cabeças e as colocações de animais de 362,8 quilos ou mais totalizaram 520.000 cabeças.
 
Os dados do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) mostraram que as vendas de boi gordo durante julho totalizaram 1,79 milhão de cabeças, 9% a menos que em 2013. As vendas em julho foram as menores desde que as séries começaram a ser registradas em 1996. Em média, os analistas de mercado estavam esperando um declínio de 8%.
 
O número de bovinos e bezerros em engorda para o mercado de abate nos Estados Unidos para confinamentos com capacidade de 1.000 ou mais cabeças totalizou 9,8 milhões de cabeças em 1 de agosto de 2014. O rebanho foi 2% menor que no ano anterior. Em média, os analistas de mercado estavam esperando que o rebanho caísse em cerca de 2,5%.
 
Fonte: meatingPlace.com, traduzida e adaptada pela Equipe BeefPoint.