Skip to main content

A oferta de bovinos terminados está curta em todo o País. Os frigoríficos resistem em pagar mais pela arroba devido à recente queda na margem. Ao mesmo tempo, os pecuaristas resistem em entregar os animais a preços menores, o que vem travando o mercado.
Os frigoríficos paulistas têm comprado bovinos terminados nos Estados vizinhos, evitando pagar os valores vigentes em São Paulo. O ritmo de negociações está lento. Parte das empresas opta por abater menos animais ou pular dias de abate, em vez de subir as ofertas de compra.
Esta tem sido uma estratégia de controle dos estoques, já que as vendas caminham devagar. Mesmo assim o boi casado de animais castrados subiu na última semana, influenciado pelos estoques enxutos. No entanto, há dificuldade em sustentar os preços.
 
Fonte: Scot Consultoria, adaptado pela equipe feed&food.