Entre janeiro e abril foram entregues às distribuidoras de combustíveis 927 milhões de litros de biodiesel, crescimento de mais de 15% sobre o mesmo período de 2012, mostrou balanço divulgado pela Associação Brasileira das Indústrias de Óleos Vegetais (Abiove).

Nos quatro primeiros meses do ano, as vendas de diesel B (95% de diesel A e 5% de biodiesel) cresceram 1,5% no mercado brasileiro.

Ainda segundo a associação, a supersafra colhida já começa a surtir efeito no mercado de biocombustíveis. De janeiro a março, esta matéria-prima respondeu por 69% de todo o biodiesel produzido no Brasil, seguida do sebo bovino (21%) e do óleo de algodão (4%).

Entre maio e junho deste ano, o biodiesel foi comercializado a R$ 2,03 por litro retirado na usina (incluída a margem da Petrobras de R$ 0,05/litro). Contra o valor negociado em janeiro deste ano, de R$ 2,60/litro, a queda foi de 22%.

No quadrimestre, os preços do diesel mineral na refinaria subiram 9%, saindo de R$ 1,46/litro para quase R$ 1,60/litro. Já os preços do diesel S-10 (com baixo teor de enxofre) subiram 10%, sendo negociado a R$ 1,67/litro nas refinarias.

No período, as importações de diesel totalizaram mais de 4 bilhões de litros, o equivalente a todo o primeiro semestre. De janeiro a abril foram desembolsados cerca de US$ 3,2 bilhões (R$ 6,4 bilhões), pesando na balança comercial brasileira. 
 
Fonte: Jornal Último Isntante