Uma fonte da agência de notícias Reuters revelou nesta quinta-feira (27.03) que um executivo de uma grande companhia chinesa tenta vender soja plantada no Brasil para players norteamericanos – isso após a China ter cancelado embarques de 600 mil toneladas de soja dos EUA. A informação é divulgada pelo Blog AgroSouth News.

 
A oleaginosa oferecida pelo chinês teria sido comprada previamente, e só deixaria os portos brasileiros entre abril e maio. Analistas dizem que não existe uma grande pressa da China para receber a soja, porque a demanda interna do país caiu abruptamente após um surto de gripe aviária.
 
Segundo especialistas, a demanda teria caído entre 20% e 30% e o país teriam ficado com sobras de estoques. "Não existe outra razão aparente. Os volumes negociados realmente diminuíram", disse um corretor paranaense.
 
Fonte:  Agrolink