A ministra participou, também, na manhã de quinta-feira, da abertura da 17ª Exposição Agroindustrial Outono Dourado, pelo primeiro-ministro da Rússia, Dmitry Medvedev. As informações foram dadas pela assessoria de imprensa do ministério.
Kátia Abreu disse que a cooperação em medidas sanitárias e fitossanitárias é fundamental para o bloco. “É preciso dar maior harmonia e criar condições favoráveis ao aumento do comércio entre os cinco países”.
Ela lembrou também a necessidade de maior cooperação com instituições internacionais como o Fundo das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO) e a Organização Mundial de Saúde Animal.
O ministro da Agricultura da Rússia, Alexander Tkachev, disse que a estreita parceria entre os países do Brics desenvolverá o comércio de alimentos e garantirá segurança alimentar ao bloco e ao mundo. Ele destacou que as cinco nações são responsáveis por 35% de toda a produção agrícola mundial.
 
Tkachev pediu maior integração e cooperação entre os países e assinalou que o comércio dentro do Brics pode ser alavancado com maior cooperação e uso do novo Banco de Desenvolvimento do Brics. “Chamo os parceiros para tomarmos iniciativa nesse trabalho e em projetos de investimento”, disse ele, de acordo com o Ministério da Agricultura.
 
 
Fonte: EBC