Skip to main content

 
A China superou tradicionais importadores, como Arábia Saudita e Japão, e tornou-se o principal cliente da indústria brasileira de carne bovina e de frango. O carro chefe das vendas é o pé de frango. Lá, sobra peito e falta pé.
O surto de gripe aviária nos Estados Unidos e a estiagem que deteriorou pastagens australianas ajudaram o Brasil. Segundo a GHL International Consulting, o país foi responsável por mais de 80% do frango e 30% da carne bovina importada pela China de janeiro a maio.
"Quem sabe dizer qual é o limite disso?", entusiasma-se o vice-presidente de mercados da Associação Brasileira de Proteína Animal, Ricardo Santin. O impacto do fim da política chinesa do filho único não foi ainda incorporado às projeções de demanda.
Fonte: Valor Econômico