Por falta de consenso entre os integrantes da Frente Parlamentar da Agropecuária, o senador Luiz Henrique da Silveira (PMDB-SC) retirou nesta segunda, dia 9, o parecer que ofereceu para a Medida Provisória (MP) que define as novas regras do Código Florestal. Com a decisão, a votação foi adiada. A proposta está sendo apreciada na Comissão Especial do Congresso formada para analisar a admissibilidade da proposta legislativa.
A principal disputa se dá no escalonamento de recuperação das áreas de proteção ambiental (APPs) para pequenos, médios e grandes produtores. Na tarde desta segunda, o relator deve se reunir com as ministras do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, e da Casa Civil, Gleisi Hoffmann, em busca de concessões do governo para mudanças na MP que permitam uma proposta viável à aprovação. Nova tentativa de votação da matéria deve ser feita nesta terça.
 
Fonte: Rural Br agricultura