Depois de dois meses de grandes altas, os custos de produção de suínos e de aves calculados pela Embrapa Suínos e Aves de Concórdia/SC, mantiveram-se praticamente estáveis em setembro. O ICPFrango/Embrapa teve uma variação de 0,41%, chegando aos 184,26 pontos. O ICPSuíno/Embrapa aumentou 0,25%, alcançando 183,56 pontos.

 
No ano, os custos de produção de frangos e suínos acumulam altas de 37,59% e 28,23%, respectivamente. As informações completas estão no site da Central de Inteligência de Aves e Suínos da Embrapa.
 
Em setembro, o ICPFrango foi influenciado pelas pequenas variações nos preços dos insumos para rações, sendo que o milho teve uma alta de 3,84% enquanto o farelo de soja deflacionou em 0,57%. Os preços dos insumos para cama e calefação, como maravalha e lenha, tiveram um decréscimo de 13,57% e 2,8% respectivamente. Já no ICPSuíno, a pequena variação se deve à estabilização no preço do milho e do farelo de soja no período.
 
Fonte: Embrapa Aves e Suínos