A piora da situação econômica fez o Brasil registrar queda excepcional no consumo de gasolina no mês de fevereiro, o que influenciou na demanda total por combustíveis no País.
 
Segundo relatório mensal da Agência Internacional de Energia (AIE), a demanda por combustíveis no Brasil caiu pela primeira vez após 42 meses ininterruptos de aumento da demanda.
 
"A recente deterioração geral da economia doméstica brasileira conteve o antes forte crescimento na demanda por combustíveis. A demanda excepcionalmente fraca por gasolina liderou essa queda na comparação anual em fevereiro após o aumento dos volumes nos 42 meses anteriores", diz o estudo, que não cita, porém, os volumes mensais de demanda pelos combustíveis.
 
Dados da Agência Nacional do Petróleo (ANP) mostram que o Brasil consumiu o equivalente a 19,5 milhões de barris de gasolina em fevereiro de 2015, volume 0,7% menor do que o registrado em igual mês do ano passado.
 
Em todos os combustíveis, o País consumiu 65,9 milhões de barris em fevereiro, volume 6,6% menor do que o registrado um ano antes, segundo dados da ANP.
 
Entre os demais combustíveis, a demanda por diesel também caiu em fevereiro, mas nesse caso a contração da demanda "é menos incomum", diz a AIE. No caso do diesel, houve queda da demanda em quatro dos últimos dez meses.
 
 
Fonte: Exame