Segundo Alberto Pessina, pecuarista e confinador (Agropecuária Pessina) a seca do início do ano teve algum efeito sobre a maior oferta que ocorreu no mês de março e no final da safra (jun/ago). Ele utilizou essas informações para responder uma pergunta enviada por uma participante do Seminário mercado do boi gordo no final de 2012 e 2013.

 
Em março, devido à baixa produção dos pastos, houve a necessidade de aliviá-los antecipadamente. E em jul a ago, devido à entrada antecipada de animais em confinamento, pois os pastos produziram menos. Porém, também existe um aumento por causa do momento do ciclo pecuário, “que está entrando em fase de aumento de oferta”.
 

Alberto Pessina é diretor executivo da Aliança Pecuarista, Assocon-SP, da Agropecuária Pessina Ltda (6.000 cabeças, SP) e participa do Seminário mercado do boi gordo junto com o BeefPoint. Este seminário acontece periodicamente durante o ano, e tem o objetivo de apresentar as perspectivas para o mercado no curto e médio prazo.
 
Alberto faz um acompanhamento diário do mercado do boi gordo detalhado, e aplica todo seu conhecimento e experiência em seu confinamento. Ele também é especialista em operações no mercado futuro buscando melhores preços médios de venda da arroba assim como segurar seu custo de produção.
 
Fonte: Beef Point