Comissão Nacional de Bovinocultura de Corte da Confederação de Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) se reuniu nesta segunda-feira, (31/08), durante a Expointer 2015, em Esteio (RS), para debater vários assuntos prioritários para o crescimento do setor, tais como: classificação de carcaças bovinas, projeto Carne Carbono Neutro, cronograma da retirada de vacinação contra a febre aftosa no Estado do Paraná, questões da última reunião da Comissão Técnica Consultiva do SISBOV sobre a proposta do protocolo de adesão à União Europeia; além da apresentação do Grupo de Trabalho da Pecuária Sustentável (GTPS). O encontro ocorreu na sede da Federação de Agricultura e Pecuária do Estado do Rio Grande do Sul (FARSUL).
 
De acordo com o presidente da Comissão Nacional de Bovinocultura de Corte da CNA, Antônio Pitangui de Salvo, o objetivo do encontro é alinhar, debater e resolver os assuntos iniciados no passado e que aguardavam avanços que competem também ao setor produtivo. “Entendemos a complexidade dos assuntos que estão sendo resgatados e discutidos entre os membros da Comissão para condução dos trabalhos com foco na melhoria da produção de carne bovina brasileira”, afirmou De Salvo.
 
Para falar sobre a classificação das carcaças, a Comissão trouxe o especialista da Universidade Federal de Campinas (UNICAMP), Sérgio Pflanzer. Segundo pesquisa do especialista, a classificação é utilizada para identificar qualidade das carcaças por meio  de características como sexo, idade, peso, acabamento e conformação, visando uniformizar a qualidade e o rendimento da carne.
 
Outro assunto discutido foi o Projeto Carne Carbono Neutro, apresentado pelo pesquisador da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA Gado de Corte), Roberto Giolo. No que diz respeito à vacinação contra a febre aftosa, o representante da Federação de Agricultura e Pecuária do Estado do Paraná (FAEP), Roni Volpi, falou sobre a iniciativa do Estado do Paraná de retirar a vacina contra Febre Aftosa. Na sequência, o Presidente do Grupo de Trabalho da Pecuária Sustentável, Fernando Sampaio apresentou as ações e o plano de trabalho do GTPS bem como sinalizou positivo a inclusão de outras entidades ao grupo.
 
Por fim, o representante do Instituto CNA, Juliano Hoffmann, falou sobre as tratativas da última reunião da Comissão Técnica Consultiva do SISBOV sobre a proposta do protocolo de adesão à União Europeia, anunciando que nas próximas semanas, a proposta da CNA, ABIEC e ABRAFRIGO deverá ser protocolada junto ao MAPA.
 
Também participaram dos debates, representantes de federações de agricultura e pecuária estaduais, membros da Comissão Nacional de Bovinocultura de Corte (CNBC), da Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carne (ABIEC), do Conselho Nacional de Pecuária de Corte (CNPC), além de representante do Centro Panamericano de Febre Aftosa (PANAFTOSA).