A Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural aprovou no dia 10/abr o relatório da subcomissão que analisou a fusão entre as empresas frigoríficas Marfrig e Seara. Os parlamentares concluíram que a junção dos dois grupos não levou à concentração de mercado e não há risco de formação de preço.

 
Conforme o relatório da subcomissão, o sistema de defesa da concorrência deveria exigir que, antes da fusão, as empresas quitem dívidas com pecuaristas.
 
O relator e deputado Onyx Lorenzoni argumentou que, apesar de serem inevitáveis para assegurar a sobrevivência de grandes empreendimentos, as fusões podem acarretar concentração em alguns mercados regionais. Com isso, essas empresas tendem a exercer poder de mercado e de formação de preço, desprivilegiando o produtor.
 
Fonte: Agência Câmara Notícias, resumida e adaptada pela Equipe BeefPoint.