A Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) divulgou nesta sexta-feira (27/7) que a área plantada com soja deverá alcançar 27 milhões de hectares nesta safra 2012/13, cuja semeadura terá início em meados de setembro.
 
Baseada no desempenho das vendas de insumos nos últimos meses, sobretudo fertilizantes, estimativa, se confirmada, poderá permitir uma colheita recorde de 82 milhões de toneladas, ante as 66,4 milhões calculadas pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) para o já encerrado ciclo 2011/12, bastante prejudicado pela estiagem que derrubou a colheita na região Sul do país.
 
"O cenário externo favorável em termos de preços e as medidas de apoio anunciadas pelo governo federal estimularão o plantio", afirma, em comunicado, a senadora Kátia Abreu (PSD/TO), presidente da CNA.
 
A entidade pondera que o novo recorde previsto dependerá do comportamento do clima. Mas, como já informou o Valor, até agora a expectativa é de normalidade, o que fortalece a projeção.
 
No caso do milho, a CNA projeta uma queda de 10% na área plantada no verão. Na temporada 2011/12, de acordo com dados da Conab, foram 7,9 milhões de hectares, que renderam 34,9 milhões de toneladas, menos que o esperado inicialmente também por conta da seca na região Sul.
 
Para a segunda safra de milho, mais conhecida como "safrinha", a entidade prevê redução da área para 6,2 milhões de hectares, ante 7,2 milhões em 2011/12 (a colheita ainda está em andamento). Para a safrinha, a CNA projeta produção de 34 milhões de toneladas em 2012/13, ante as 34,5 milhões do ciclo 2011/12.
 
Fonte: Avicultura Brasileira / Scot Consultoria