Cinco amostras retiradas de aves e de restos dos animais em três províncias do leste da China tiveram resultado positivo para o vírus H7N9, afirmou neste domingo o Ministério da Agricultura do país. O vírus já matou ao menos 27 pessoas na China.
 
A agência de notícias estatal chinesa, que divulgou os resultados, informou que o vírus foi detectado em três amostras provenientes da província de Shandong. As outras duas amostras infestadas são das províncias de Guangdong e Jiangxi. As amostras da província de Shandong foram retiradas dos restos de aves do mercado local da cidade de Zaozhuang. Em Jiangxi, as amostras das aves vivas vieram de um fornecedor local e as de Guangdoung, de um supermercado de varejo.
 
A cepa do vírus detectado nas amostras é similar à encontrada em uma amostra de pombo recolhida em um mercado de Xangai, no dia 4 de abril. O ministério ordenou que as três províncias descartem corretamente as amostras e aumentem o monitoramento e o trabalho de prevenção. As informações são da Dow Jones.
 
Fonte: Avicultura Industrial