Skip to main content

As autoridades do Japão anunciaram neste domingo (30) um reforço das medidas preventivas em todas as granjas do país para evitar um novo surto de gripe aviária, após a descoberta de aves silvestres contaminadas com o vírus em quatro regiões do país.

O governo e representantes das autoridades locais e de sindicatos criadores de aves realizaram neste domingo uma reunião para coordenar as medidas de segurança, informou a emissora estatal "NHK".

O objetivo é conter contágios nas fazendas, depois de o vírus ser encontrado em excrementos de aves migratórias nas últimas semanas nas prefeituras de Tottori e Kagoshima (sudoeste), Shimane (oeste) e Chiba, próxima a região metropolitana de Tóquio.

O vírus detectado nos quatro casos pertence à cepa H5N8, altamente patogênica e a mesma que afetou uma fazenda de frangos em abril. As autoridades japonesas realizam controles em quase 150 fazendas em Kagoshima, onde foram detectados os últimos casos em aves silvestres, e por enquanto não foi encontrada nenhuma ave contaminada nas granjas.

Foram espalhados compostos desinfetantes e antivirais em zonas rurais onde aves selvagens como gansos e patos hibernam. Em abril mais de cem mil frangos foram sacrificados no sul do Japão depois da detecção de foco da mesma cepa do vírus, e na Coreia do Sul a medida afetou meses antes 11 milhões de aves.
 
 
Fonte: Portal R7