Skip to main content

Foi assinado durante a visita ao município, protocolo entre o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), a Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), a Associação Brasileira de Frigoríficos (ABRAFRIGO) e a Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carne (Abiec). A finalidade é viabilizar o projeto piloto do programa Operador Econômico Autorizado (OEA)
O Ministro Blairo Maggi (Agricultura, Pecuária e Abastecimento) lacrou na quinta-feira (15), em Chapecó (SC), a primeira carga exportada depois de instalado o projeto piloto de Operador Econômico Autorizado com a Receita Federal. A exportação já atende as normas do Canal Azul (Sistema de Informações Gerenciais do Trânsito Internacional de Produtos e Insumos Agropecuários).
A carga é da Aurora Alimentos e vai para aos Estados Unidos. A operação de exportação direta, sem a necessidade de reinspeção no porto, credencia a Aurora a fazer parte do Operador Econômico Autorizado (OEA), programa que busca tornar ainda mais ágeis os procedimentos aduaneiros. Lançado em 2015, o Canal Azul moderniza o controle oficial do comércio exterior e proporciona economia de 72 horas para o exportador. O sistema é um processo eletrônico de exportação e de importação de mercadorias agropecuárias, que reduz a quantidade de documentos exigidos para os embarques.
Na prática, moderniza a logística da cadeia de carnes. O Canal Azul abre caminho para o programa OEA, que consiste na certificação de empresas que representam baixo risco em suas operações, em termos de segurança física da carga e em relação ao cumprimento das obrigações aduaneiras. O OEA garante agilidade e segurança física e jurídica dos produtos.
Essa é uma das medidas adotadas pelo governo para estimular empresários a vender mais e conseguir atingir a meta de chegar a 10% do mercado agrícola mundial em cinco anos, disse o Ministro Blairo Maggi. Hoje a participação brasileira é de 6,9%. Foi assinado durante a visita ao município, protocolo entre o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), a Associação Brasileira de Proteína Anima (ABPA) e a Associação Brasileira de Frigoríficos (ABRAFRIGO). A finalidade é viabilizar o projeto piloto do programa Operador Econômico Autorizado (OEA).
O projeto estabelece o projeto piloto nas empresas Aurora Alimentos, de Chapecó, na BRF, situada em Capinzal (SC) e na JBS situada em Lins (SP).
 
Fonte: MAPA