A Brasil Foods fechou a captação de US$ 500 milhões com a emissão de títulos de dez anos no exterior. Esta foi a primeira operação de lançamento de bônus de uma empresa brasileira no mercado internacional em mais de um mês.

O retorno pago para o investidor (yield) ficou em 6% ao ano. A taxa representa uma diferença (spread) da ordem de 0,2 ponto percentual sobre os papéis negociados no mercado secundário – indicador conhecido como “new issue premium”. Com isso, o prêmio de risco ficou abaixo de emissões recentes de empresas americanas de mesma nota de risco.

A operação, que foi liderada pelos bancos HSBC, BB Securities, Itaú BBA e Santander, teve uma demanda superior a 3,5 vezes o total captado. “O sucesso dessa operação reabre o mercado internacional para emissores brasileiros e confirma a demanda sustentável dos investidores por papéis de alta qualidade, mesmo com a crescente aversão ao risco global”, diz Alexei Remizov, diretor do HSBC.

Fonte: jornal Valor Econômico, adaptada pela Equipe BeefPoint.