Skip to main content

O mercado brasileiro de biodiesel vai avançar para B10 já em março do ano que vem. Um ano antes do que previa a Lei 13.263/2016. A decisão acaba de ser tomada pelo Conselho Nacional de Política Energética (CNPE) que está reunido nesse instante em Brasília (DF).
A decisão deixa de fora o B9. Se ficar como está, a mistura obrigatória dará um salto de dois pontos percentuais indo diretamente do B8 para o B10 daqui a cerca de nove meses.
Isso atende a uma exigência dos distribuidores de combustíveis que querem mais tempo para adaptarem as estruturas de suas bases e confirma uma tendência que havia sido antecipada por BiodieselBR.com na semana passada.
Os fabricantes, no entanto, ainda devem continuar pressionando para que o B9 chegue ainda este ano. Nessa última sexta-feira (02), a União Brasileira do Biodiesel e Bioquerosene (Ubrabio) teve uma reunião com o ministro de Minas e Energia, Fernando Coelho Filho, no qual defendeu essa proposta.
A resolução aprovada pelo CNPE ainda não foi oficialmente divulgada.
 
Fonte: BiodieselBR.com