A Associação dos Avicultores de Minas Gerais (Avimig) vai realizar no dia 21 de junho, em Belo Horizonte, o Avicultor 2012, que deve atrair um grande número de empresários, médicos veterinários, pesquisadores e profissionais das áreas de suporte à atividade inclusive de outros Estados. Entre os convidados estão o secretário de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Elmiro Nascimento, e outros representantes do governo de Minas que respondem por setores relacionados à cadeia agroavícola.
“Será mais uma oportunidade para o fortalecimento das relações entre os segmentos que compõem o agronegócio avícola e o poder público. Interessa às empresas e ao governo a permanente evolução desse setor, que movimenta um volume cada vez maior de recursos e tem destaque entre as atividades que mais ocupam mão de obra”, esclarece o presidente da Avimig, Antônio Carlos Vasconcelos Costa.
Como nas edições anteriores, o programa do Avicultor 2012 inclui a reunião regional da União Brasileira de Avicultura (Ubabef), com a presença do presidente-executivo da entidade, Francisco Turra, e membros da diretoria. O encontro possibilitará o esclarecimento de questões nacionais do agronegócio avícola, com ênfase naquelas que se refletem nas atividades do setor em Minas, bem como a análise das relações do setor com o governo federal.
“Iniciativa de maior destaque do associativismo avícola mineiro, o “Avicultor” está integrado ao calendário nacional da atividade e, nesta edição, deverá oferecer dados principalmente para a melhor compreensão do cenário atual, marcado pela crise econômica na Europa e nos Estados Unidos. “Embora o Brasil mantenha a liderança das exportações de frango e avance entre os maiores produtores do mundo”, é necessário buscar informações para ajustar o setor a essa realidade”, diz ainda o dirigente.

Valorização do conhecimento
Para a médica veterinária Marília Martha Ferreira, diretora-executiva da Avimig, uma das marcas do cenário avícola atual é a presença crescente dos produtos à base do frango e do ovo na vida dos brasileiros. “Está aumentando o reconhecimento da importância desses alimentos, que são saudáveis, saborosos, práticos e de preço acessível”, explica. “Além disso, a avicultura é um dos setores do agronegócio que mais investem no conhecimento técnico-científico, o que se confirma no programa da jornada técnica do evento.”
Na abertura da jornada, em 21 de junho, às 9 horas, haverá o painel Relações de Trabalho da Indústria de Abate e Processamento de Aves, com apresentação do presidente do Conselho Técnico de Medicina e Segurança do Trabalho da Avimig, Lorivando Antônio Costa.
Sérgio Luiz Lima Monteiro, do Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA), vai explicar em seguida a Situação da Sanidade Avícola de Minas Gerais – Registro de Empresas de Produção de Aves, e o Funamig (Fundo Privado de Emergência Sanitária para a Avicultura do Estado de Estado de Minas Gerais).
Projeções de Grãos e Carnes para o período 2011/2012 a 2021/2022, será a palestra de José Garcia Gasques, do Ministério da Agricultura.
Na parte da tarde, a primeira apresentação será de Rogério Belzer e José Roberto Bottura, presidente do Conselho Diretor e diretor-executivo do Instituto Ovos Brasil, respectivamente. Tema: “Cenário da Avicultura de Produção e indústria de Ovos Comerciais (produção e Indústria – sanidade, comercialização interna e externa e marketing.
Às 16 horas será aberta a Reunião Regional da União Brasileira de Avicultura, com apresentação do Cenário da Avicultura Brasileira pelo presidente-executivo Francisco Turra. As Ações em Andamento da Ubabef serão analisadas por Ariel Antônio Mendes, diretor de Produção e Técnico-Científico da entidade.
Em seguida, haverá apresentação do livro “Água na Avicultura Industrial”, por Emilio Mouchrek Filho, presidente do Conselho Técnico-Científico da Avimig.
O programa segue com a abertura oficial da Feira de Produtos e Serviços Avícolas de Minas Gerais, montada nas dependências da Avimig, onde haverá uma homenagem ao extensionista e médico veterinário da Emater-MG, João Lisboa Sobrinho, que foi um dos maiores incentivadores da avicultura da Zona da Mata. Depois os empresários avícolas e convidados terão a oportunidade de conhecer as novas tecnologias do setor e fazer a prospecção de negócios em clima de confraternização.
Fonte: Avicultura Industrial