Skip to main content

O presidente da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex), Roberto Jaguaribe, quer melhorar a imagem do agronegócio brasileiro no exterior, com ênfase na sustentabilidade.
Segundo ele, a agricultura brasileira é “altamente sustentável”. Jaguaribe destacou que os compromissos assumidos pelo Brasil de redução de emissão de poluentes são reais, enquanto outros países se propõem a apenas “reduzir o aumento”.
Jaguaribe afirmou que o foco deve ser voltado para a Europa. Para ele, ao melhorar a imagem nesse continente, outros parceiros comerciais também passaram a confiar mais nos produtos do Brasil.
O embaixador destacouque o Brasil ainda é “relativamente pequeno” no comércio exterior, ficando atualmente na 25ª posição, apesar de ser um país com economia “muito grande”. Ele disse que é preciso estimular as empresas a exportarem.
Jaguaribe também disse que a imagem do Brasil no exterior foi afetada por questões internas políticas e que é preciso aumentar a atratividade do país. Ele disse que o país é sólido e o governo tem atuado para garantir a estabilidade da economia, com medidas como a do teto dos gastos públicos, em tramitação no Congresso Nacional.
Estados Unidos.
Jaguaribe evitou fazer previsões Sobre a gestão do presidente eleito dos Estados Unidos, Donald Trump, o embaixador Jaguaribe disse que Trump fez uma campanha com uma “imagem mais agressiva, com o intuito de ganhar a presidência” e agora é preciso esperar para ver o que vai acontecer. “Ele é um homem de negócios. Na área econômica vai mostrar muito mais pragmatismo do que poder-se-ia esperar”, disse.
 
Fonte: Agência Brasil