Skip to main content

 
Avolumam-se nas entidades empresariais Brasil afora reclamações de associados contra o reajuste anunciado pelas transportadoras marítimas de carga. Desde o início do mês, estão chegando aos clientes cartas com novos preços, que entram em vigor já em 1º de dezembro ou no início de 2013. Chama atenção a coincidência de valores. Quase todos os aumentos são de US$ 1.500 por contêiner.
 
A coluna teve acesso a comunicados de aumento de preços feitos por cinco grandes transportadoras. Em quatro, haverá correção linear de US$ 1.500 no transporte em contêineres de 40 pés para qualquer lugar do mundo. Só uma empresa apresentou tabela variável, de US$ 600 a mil dólares adicionais, dependendo do destino da carga. A medida preocupa, principalmente, exportadores brasileiros, que este ano já sofreram o impacto da mudança de patamar do dólar e do choque nos preços das commodities agrícolas.
  
A suspeita de formação de cartel no frete marítimo já está na Câmara dos Deputados. Parlamentares estão recebendo denúncias. Empresas da cadeia da agroindústria começaram a buscar opções mais baratas de transporte com fornecedores na Índia.
 
Fonte: O Globo