Skip to main content

Com o objetivo de engajar os produtores rurais na política ambiental brasileira, o Governo federal criou em 2010 o Programa Agricultura de Baixo Carbono (ABC). Na safra 2011/2012, o Governo prevê cerca de R$ 3,150 bilhões para incentivar processos tecnológicos que neutralizem ou minimizem os efeitos dos gases de efeito estufa no campo.

Os produtores rurais e cooperativas poderão contar com até R$ 1 milhão em financiamento e taxas de juros de 5,5% ao ano. O prazo para pagamento é de 5 a 15 anos.

O Programa ABC reforça o compromisso assumido pelo Brasil na COP-15 de reduzir voluntariamente em 36% a 39% as emissões de gases de efeito estufa até 2020. Esse novo modelo de agricultura sustentável a ser adotada pelos produtores rurais pretende reduzir os impactos do aquecimento global. Entre as iniciativas do programa estão:

• O plantio direto na palha;

• A recuperação de áreas degradadas;

• A integração lavoura-pecuária-floresta;

• O tratamento de resíduos animais.

Além disso, o programa também estimula o plantio de florestas comerciais com eucalipto e pinus. O objetivo é aumentar a área de 6 milhões para 9 milhões de hectares de florestas plantadas, reduzindo as emissões de gás carbônico do ar.

Fonte: Rio20