A Associação Brasileira de Reciclagem Animal – ABRA, principal representante do setor de Reciclagem Animal brasileiro, esteve presente em um dos eventos  mais importante e tradicional para o setor no mundo, a Convenção Anual da National Renderers Association – NRA.
 
 Esta foi a 81ª edição que aconteceu entre os dias 20 e 24 no Hotel Ritz Carlton, em Rancho Mirage, Califórnia, Estados Unidos.
 
Durante os cinco dias de evento estiveram reunidas as principais entidades representativas das indústrias produtoras de farinhas e gorduras de origem animal do mundo, os representantes da indústria de carne, empresas de maquinário, entre outras discutindo o mercado global para esses produtos.
 
A programação contou com reuniões dos comitês de legislação, meio ambiente, biocombustíveis , questões de mercado e as palestras de membros das entidades representativas do setor de diversos países, inclusive o Brasil.
 
As perspectivas do mercado de farinha e gorduras de origem animal brasileiras foram apresentadas no Fórum de Mercado Internacional durante o evento. O coordenador técnico da ABRA, Lucas Cypriano, abordou a Indústria Brasileira de Reciclagem Animal, destacando a produção e mercado, legislação e oportunidades.
 
A palestra teve grande receptividade dos espectadores. A visibilidade do mercado brasileiro de farinhas e gorduras de origem animal teve aumento significativo nos últimos dois anos. Para Cypriano, está é uma resposta positiva ao convênio firmado entre a ABRA e a Apex-Brasil para a expansão desses produtos no mercado externo. “Somos abordados por entidades, compradores e interessados do mundo todo. Isso significa que a ABRA está no caminho certo e a passos largos”.
 
O Brasil é o terceiro maior produtor de farinhas e gorduras de origem animal. Atualmente a ABRA representa 125 plantas que correspondem mais por mais de 65% da produção nacional e 90% dos exportadores brasileiros.
 

CONFIRA AS FOTOS AO LADO
 
 
Para mais informações do evento acessem:http://www.nationalrenderers.org/events/convention/