Skip to main content

 
As exportações brasileiras de carne bovina (in natura, industrializada, miúdos, tripas e salgadas) renderam US$ 518 milhões em março, crescimento de 7,8% na comparação com igual período do ano passado, conforme dados da Secretaria de Comércio Exterior (Secex) compilados pela Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carnes (Abiec). Em volume, os embarques de carne bovina totalizaram 140 mil toneladas em março, avanço de 21,4% ante igual intervalo de 2015. Em março, Hong Kong seguiu como o principal destino das exportações de carne bovina, à frente de Egito e União Europeia. 
 
Em nota, a Abiec também destacou as vendas para a China e Arábia Saudita. No mês passado, os chineses ficaram na quarta posição do ranking em receita, gastando US$ 61,8 milhões para importar 15,5 mil toneladas. Por seu turno, os sauditas importaram 3 mil toneladas, gastando US$ 11,2 milhões. A Arábia Saudita, que reabriu oficialmente seu mercado à carne bovina brasileira no início deste ano, foi o oitavo maior importador do produto brasileiro, em volume. 
 
No acumulado de 2016, as exportações de carne bovina renderam US$ 1,384 bilhão, 1,3% superior ao total de US$ 1,367 bilhão obtido nos primeiro trimestre de 2015. Na mesma base de comparação, o volume exportado cresceu 15,9%, somando 367 mil toneladas
 
Fonte: Jornal O Valor