Skip to main content

No acumulado de 2013 foram abatidos 36,1 milhões de cabeças de suínos, aumento de 0,2% em relação ao ano de 2012. A série anual mostra que houve crescimento ininterrupto desta atividade desde 2005 culminando com novo patamar recorde em 2013. O peso acumulado das carcaças no abate de suínos em 2013 alcançou 3,1 milhões de toneladas, representando queda de 1,0% em relação ao ano anterior.
A região Sul respondeu por 65,1% do abate do país com variação negativa de apenas 0,2% em relação a 2012. Rio Grande do Sul aumentou 368.316 unidades de suínos abatidos. Em contrapartida, Santa Catarina (-314.409) e Paraná (-83.483) conjuntamente abateram menos 397.892 unidades de suínos na comparação 2013/2012.
A região Sudeste respondeu por 18,7% do abate nacional e teve sua participação aumentada em 0,8% em comparação aos registros de 2012.
Santa Catarina ocupou a primeira colocação entre os estados produtores abatendo 8,6 milhões de cabeças de suínos, seguido por Rio Grande do Sul com 8,0 milhões de cabeças.
Abate de suínos tem queda de 1,1% sobre o 4º trimestre de 2012
No 4° trimestre de 2013 foram abatidas 9,0 milhões de cabeças de suínos, representando quedas de 3,7% em relação ao trimestre imediatamente anterior e de 1,1% na comparação com o mesmo período de 2012.
O peso acumulado das carcaças no 4º trimestre de 2013 alcançou 758,3 mil toneladas, representando quedas de 7,3% em relação ao trimestre imediatamente anterior e de 4,0% frente ao mesmo período de 2012.
A região Sul respondeu por 65,0% do abate nacional de suínos no 4º trimestre de 2013, seguida pelas Regiões Sudeste (19,4%), Centro-Oeste (14,2%), Nordeste (1,3%) e Norte (0,06%). No comparativo entre os 4° trimestres 2013/2012, a região Sul apresentou aumento (+0,5%) na sua participação, apesar de em números absolutos apresentar queda de 19.247 cabeças de suínos abatidos, devido ao desempenho do Paraná (-140.840 cabeças), já que houve aumento em Santa Catarina (+97.549 cabeças) e no Rio Grande do Sul (+24.044 cabeças). A região Sudeste apresentou aumento na sua participação em 0,3%, enquanto a Centro-Oeste apresentou redução de 0,8%. Com exceção de Mato Grosso do Sul, houve queda no abate de suínos (-85.273). Santa Catarina, Rio Grande do Sul e Paraná lideraram, nesta ordem, o ranking nacional.
 
Fonte: IBGE