Total de bovinos abatidos em 2011 chegou a 28,8 milhões.

O país abateu 28,8 milhões de cabeças de bovinos em 2011, o equivalente a uma queda de 1,6% na comparação com o volume abatido em 2010, segundo a Pesquisa do Abate de Animais, divulgada nesta quinta, dia 29, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

A participação das vacas no abate total de bovinos foi 3,6% maior do que em 2010. Após quatro anos de redução no volume de abate, as condições climáticas, que prejudicaram pastagens em regiões importantes, levaram produtores a abater mais fêmeas para compensar o baixo peso de animais machos prontos para abate.

Mato Grosso manteve o posto de principal Estado de abate de bovinos, com crescimento de 9,6% em 2011 ante o ano anterior.

Tendência oposta no quarto trimestre

No entanto, contrariando o quadro de 2011, o quarto trimestre do ano passado apresentou crescimento com o mesmo período de 2010. Com 7,4 milhões de cabeças, o intervalo registrou aumento de 2,3%. Em relação ao terceiro trimestre de 2011, o incremento foi de 1,0%.

O peso acumulado de carcaças chegou a 1,8 milhão de tonelada – 0,2% maior que o registrado no terceiro trimestre de 2011 e 3,7% superior ao registrado no quarto trimestre de 2010.

Mato Grosso manteve a liderança no abate de bovinos, com 21,6% de aumento em relação a 2010. O Estado foi seguido por Mato Grosso do Sul e São Paulo.
Fonte: Rural BR