Departamento de Agricultura dos EUA (USDA) em suas primeiras previsões sobre a produção das três principais carnes para o próximo exercício, visualiza o Brasil como segundo produtor mundial de carne de frango, atrás apenas dos EUA e ultrapassando a China, atual ocupante do segundo posto.

A estagnação da produção chinesa, que tende a repetir os números de 2014, permanecendo em 13 milhões de toneladas. Já a ascensão brasileira à segunda posição na produção mundial de carne de frango decorre de dois fatores distintos. De um lado, aumento da própria produção brasileira em índice próximo de 3,5% – o que elevaria o volume de 12,680 milhões de toneladas (estimativa para 2014) para 13,115 milhões de toneladas. E, de outro lado,.

De acordo com o USDA, em 2015 a produção do Brasil deve superar a marca dos 13 milhões de toneladas, estará rompido um recorde que se mantém desde 2011, ano em que a carne de frango brasileira chegou aos 12,863 milhões de toneladas. Já a produção da China segue caminho inverso. Atingiu seu pico em 2012 (13,7 milhões de toneladas), recuando em 2013 e 2014. Em 2015 deve se estabilizar, repetindo os 13 milhões de toneladas deste ano.
 
Fonte:  Agrolink